Expectativas.

A culpa é toda delas. A ansiedade, os milhares de possibilidades, o nervosismo, as noites maldormidas.

Se pelo menos você não esperasse por nada de tão especial, não é?

Mas você espera.

E não tem jeito.

Se é jantar, tem que ser O jantar.

Se é viagem, tem que ser A viagem.

Se é amor, tem que ser O amor.

Você quer tudo em maiúsculo, você espera sempre mais.

E quer saber?

Você está completamente certo nesse exagero de esperança.

E nós estamos com você nessa.

Não nos contentamos com menos.

Não aceitamos o quase lá.

Não trabalhamos pelo razoável.

E porque nós também somos insaciáveis e porque nós também queremos sempre mais, pode caprichar nas expectativas.

Porque, se é propaganda, tem que ser A propaganda:

Abrir mão dos rótulos, ser online quando tiver que ser, ser offline quando tiver que ser. Ir além das divisas, fazer mais pela ideia, mais pelo resultado, mais pelos clientes, mais por nós mesmos.

Sentir ainda mais orgulho do que fazemos, do jeito como fazemos e para quem fazemos.